A tecnologia vem se tornando, cada vez mais, um diferencial competitivo nas empresas. Só que um pequeno empreendimento não requer a mesma estrutura de TI de uma grande corporação. Como dimensionar os recursos conforme a realidade do negócio? E mais: como saber quando é a hora de destinar verba extra para essa área? É disso que vamos tratar no post de hoje.

Como investir em infraestrutura de TI

Você não precisa sair adquirindo os equipamentos mais modernos nem os softwares de última geração. Antes de investir em TI, pergunte-se quais são as necessidades de seu estabelecimento. A infraestrutura deverá agregar valor às operações: elevar a produtividade, diminuir os custos ou reforçar a segurança dos dados, por exemplo.

Com base nessas informações, faça uma pesquisa de mercado. Compare o preço das soluções de cada fornecedor. Lembre-se, ainda, de esclarecer as dúvidas técnicas.

Nem sempre o produto mais barato é vantajoso, pois pode entregar resultados aquém do desejado. No outro extremo, uma rede muito robusta também pode se mostrar inadequada. Se a sua demanda é baixa, não tem por que montar uma parafernália complexa e onerosa demais.

Ou seja: esse é o momento de entender o que cada solução é capaz de fazer pelo seu negócio. Isso ajuda a definir o melhor custo/benefício.

Aliás, agora chegamos a um ponto nevrálgico: fôlego financeiro. Melhorias estruturais demandam capital, mas nem todas as companhias conquistam o faturamento necessário para se manterem atualizadas. Querendo ou não, o investimento em TI vai depender do orçamento disponível. Verba curta significa menos opções viáveis.

Ainda bem que, atualmente, existem serviços na nuvem que se mostram bem em conta. Firewall, servidores e sistemas de gerenciamento são algumas das opções que podem funcionar on-line, reduzindo significativamente as despesas. Ainda assim, note que seu escritório precisará de cabos, roteadores, switchers e outros equipamentos físicos.

Quando reforçar o investimento em TI

O bom de montar uma estrutura de TI do zero é que se cria um ambiente novinho em folha, pronto para atender às suas necessidades. No caso de uma estrutura já existente, é preciso fazer uma adaptação – seja substituindo equipamentos, seja atualizando o software.

De todo modo, ficaria difícil determinar um momento único para essa mudança. Talvez você tenha que investir mais em TI porque a empresa cresceu e os equipamentos atuais não dão conta do novo fluxo de trabalho. Talvez a tecnologia tenha ficado defasada, o que causa brechas de segurança. Há, até mesmo, a necessidade de manutenção devido ao desgaste dos materiais.

Resumindo, deve-se atualizar a infraestrutura sempre que houver razão para isso. Portanto, sugerimos que você preveja os custos com TI no planejamento estratégico do negócio. Essa área é tão fundamental quanto os setores administrativo e financeiro, então merece atenção constante.

Precisa de ajuda? Aproveite para aprofundar a leitura! Temos um post com quatro motivos para contratar uma empresa de TI. Esperamos que as informações sejam úteis para você fazer decisões acertadas no seu empreendimento.

E não se esqueça: a NetFive trabalha com os parceiros mais renomados do mercado. Confira nosso site e saiba quais soluções podemos lhe oferecer.

FECHAR [X]

Quer entender como serviços gerenciados poderão impactar em sua empresa?

Você também pode ligar para nós e conversar com um consultor

51 3061-4446

X

NOVO E-BOOK IMPACTO
DA TI

NO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS EMPRESAS

Esse ebook ajudará a entender o real impacto da TI no planejamento estratégico da sua empresa!