O data center é o “coração” de um sistema de TI.  Lá são armazenadas, processadas e distribuídas as informações da rede. Portanto, é preciso encontrar uma solução que atenda às demandas de sua empresa. Tanto a Cloud pública quanto a Cloud privada (infraestrutura local) apresentam vantagens.

Como escolher a melhor opção? Isso depende da natureza de seu negócio. A seguir, vamos explicar as diferenças básicas entre esses dois modelos para que você possa tomar uma decisão acertada.

Vantagens e desvantagens da Cloud privada (infraestrutura local)

A infraestrutura local requer a instalação de diversos equipamentos de informática, como servidores, mainframes, roteadores e até cabos para interligar o aparato todo. Por essa razão, é necessário ter um espaço físico considerável, suficiente para comportar o maquinário.

A principal vantagem de um data center nesses moldes é a centralização dos dados. Você mantém todas as operações sob domínio próprio, sem a interferência de agentes externos. Isso pode ser vantajoso principalmente para organizações que lidam com informações sigilosas ou estratégicas, que não devem cair em mãos erradas.

Uma estrutura física também é menos dependente da internet – afinal, o acesso ao conteúdo ocorre pela rede interna. Assim, o trabalho continua mesmo se houver queda na conexão.

Porém, o investimento tende a ser alto. Além do custo para a aquisição dos equipamentos, você deve calcular os gastos com o uso (energia elétrica) e a manutenção do sistema (conserto de peças defeituosas). Aliás, a tecnologia avança rapidamente, demandando atualizações para que as máquinas não fiquem obsoletas.

Prós e contras da Cloud pública

Ao contrário do data center local, a solução na nuvem não exige um aporte financeiro tão robusto. As informações da rede ficam hospedadas num servidor externo. Essa alternativa é ótima para startups e outras companhias que queiram manter uma estrutura enxuta, sem investir em equipamentos ou espaço físico.

A contratação do serviço é feita por demanda. Dessa forma, você também ganha escalabilidade para crescer. Caso haja picos de tráfego ou o centro de dados chegue ao limite de operação, basta mudar para um plano mais abrangente. De novo, trata-se de uma solução mais barata que a compra de mainframes e roteadores.

No mais, o acesso via internet permite o trabalho remoto. Você pode estar em casa ou viajando e, ainda assim, consultar os dados da empresa facilmente.

Apesar dessas vantagens, muitos empreendedores ficam receosos em confiar os dados corporativos a terceiros. Os produtos de cloud computing passam por atualizações constantes, tanto dos servidores quanto dos recursos de segurança. Ainda assim, os riscos de invasões e de possíveis instabilidades do serviço pesam contra o modelo de nuvem.

Como escolher entre Cloud pública e Cloud privada

Agora que você já conhece as principais características dos data centers físicos e virtuais, aqui vão alguns pontos a se observar antes da escolha. Verifique:

– O custo operacional de cada modelo;

– A demanda de tráfego de sua rede (quanto maior a empresa, maior costuma ser a estrutura de TI);

– A necessidade de manter as informações “dentro” da companhia, sem vazamentos;

– A frequência com que o sistema deverá ser atualizado;

– A qualidade da conexão à internet nas redondezas.

Esperamos que as dicas sejam úteis. Dúvidas? Entre em contato com a NetFive. Nós podemos encontrar a melhor solução para o seu negócio.

FECHAR [X]

Quer entender como serviços gerenciados poderão impactar em sua empresa?

Você também pode ligar para nós e conversar com um consultor

51 3061-4446

X

NOVO E-BOOK IMPACTO
DA TI

NO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DAS EMPRESAS

Esse ebook ajudará a entender o real impacto da TI no planejamento estratégico da sua empresa!