top of page
0_1 (9).webp

Quais são e como se proteger dos principais golpes digitais?

Atualmente, há uma variedade de golpes digitais em circulação. Neste espaço, a Netfive esclarece o funcionamento dessas práticas e oferece orientações sobre como se proteger contra os principais e mais comuns.

 

Esses golpes têm afetado um grande número de pessoas, tanto no Rio Grande do Sul quanto em todo o Brasil.

Clonagem do WhatsApp

Este crime tem início com a obtenção do número de celular da vítima. Os golpistas têm diversos meios de conseguir essa informação, mas o mais usual é que seja retirado de anúncios em sites de compras ou anúncios públicos em redes sociais. Na posse do número de telefone, o criminoso tenta ativar o Whatsapp da vítima no aparelho dele.


Para efetivar esse procedimento, ele entra em contato com o usuário e se passa por funcionário da plataforma de anúncio ou de empresas conhecidas, utilizando como argumento a necessidade de ativar o anúncio ou confirmar dados do cadastro, por exemplo. O golpista, então, solicita um código de 6 dígitos, enviado por SMS a vitima. É esse código que vai liberar o acesso ao Whatsapp do usuário, que, por sua vez, perde o acesso ao aplicativo.


Na etapa seguinte, o criminoso, que já roubou a conta do aplicativo, inicia conversas com contatos da vitima, se passando por ela, e solicita dinheiro emprestado. Esses contatos, acreditando estarem falando com pessoa de sua confiança, acabam transferindo o dinheiro para a conta bancária informada, que normalmente é de algum laranja. Assim qua transferência é feita, eles também se tornam vitimas do golpe.

Dica:

Passo fundamental para evitar cair nesse tipo de golpe é habilitar a verificação em duas etapas do
Whatsapp.
Essa opção normalmente fica disponível no menu do aplicativo, dentro da opção "Conta" e em "Confirmação em duas Etapas"
Depois, toque em "ativar" e finalize criando uma senha de seis digitos e informando um email pessoal. A autenticação em dois fatores é uma medida que garante proteção extra em aplicativos. Com o recurso, mesmo que o golpista tenha acesso ao código de autenticação para ativar a conta da vítima em outro dispositivo, o serviço exigirá a senha personalizada do usuário. Além disso, também impossibilitará que o criminoso use o recurso de "esqueci minha senha" para modificar o acesso à conta da vitima.

 

  • Não repasse código recebidos por SMS, isto é, jamais informe para qualquer pessoa o código de 6 números que chegar por SMS.

  • Caso tenha informado o código e caído no golpe, é necessário enviar um e-mail à plataforma explicando o ocorrido, informando o seu número de telefone e solicitando a desativação temporária da conta.

  • Caso receba uma mensagem de algum contato seu solicitando empréstimo de dinheiro ou depósito de algum valor em uma determinada conta, verifique com seu amigo a veracidade desta solicitação. Caso seja verdade, antes de qualquer confirmação de depósito, confirme os dados do destinatário (nome, CPF, agência bancária).

Cuide da sua cidadania digital junto da Netfive e da Polícia Civíl do RS.

 

Ficamos à disposição para ajudar com qualquer dúvida sobre segurança digital.

logo-branco_grande.png
Agradecimento evento crowd (11).png

Obrigado(a), entraremos em contato em breve!

bottom of page